Interesse, motivação e incentivação são três elementos diretamente ligados à teoria de Bandura sobre autoeficácia.

A partir desses três elementos, o professor consegue criar, mais facilmente, um ambiente desafiador e estimulante, propício à apropriação e construção do conhecimento.

Mas qual é, exatamente, a relação de cada um desses elementos com os processos da prática pedagógica? Veja a resposta nos itens indicados para a leitura, a seguir.

 
Leitura

Para compreender como o interesse, a motivação e a incentivação estão relacionados com os processos de ensino e de aprendizagem, faça a leitura do texto As crenças de auto-eficácia e o seu papel na motivação do aluno, de José Aloyseo Bzuneck, clicando aqui.

Os altos índices de retenção e a significativa evasão dos alunos nas Escolas Técnicas exigiram um novo olhar sobre o modo de avaliar, voltando-se para uma concepção de avaliação comprometida com o planejamento e replanejamento escolar, com o processo de construção do conhecimento pelo aluno e com a superação das dificuldades relativas às aprendizagens.

Considerando um processo avaliativo voltado para a efetiva aprendizagem e formação contínua dos estudantes, as propostas de avaliação no ensino técnico devem ser pensadas de modo a inserir a avaliação como processo contínuo e indissociável da aprendizagem e da apropriação de conhecimentos pelo educando, possibilitando efetivamente avaliar os processos de ensino e de aprendizagem e os avanços e dificuldades apresentados pelos alunos no decorrer do ano letivo.

O grande desafio para a educação profissional é adotar uma visão da avaliação da aprendizagem que contemple os princípios de uma aprendizagem significativa e de consolidação de competências.

 
Leitura

Para se aprofundar nesse tema, leia os textos indicados a seguir. Para realizar odownload, clique sobre o título de cada um:

1.Avaliação da Aprendizagem na Educação Profissional numa perspectiva contemporânea, da professora Lílian Nunes da Silva;

2.Avaliação do processo de ensino e aprendizagem – Aspectos práticos, da professora Cristina Cimarelli Caballero Rubega.